Um entendimento comum entre aqueles que acompanham o esporte mais popular do mundo é o de que as coisas podem mudar muito rápido no futebol.

No caso do Atlético, essa inversão de panorama aconteceu de forma positiva, rápida, e com números expressivos.

Nos últimos 30 dias, o Galo saiu de uma contestada estreia na Copa Libertadores para a liderança geral do torneio, a final do Campeonato Mineiro, e uma invencibilidade de destaque. 

Desde a fraca atuação no empate em 1 a 1 com o Deportivo La Guaira, da Venezuela, no dia 21 de abril, no debute das equipes no Grupo H da competição, o Alvinegro disputou nove jogos e não perdeu nenhum.

Foram seis vitórias e três empates. Somado o triunfo por 2 a 1 sobre o Boa Esporte, pela fase de classificação do Mineiro, imediatamente anterior ao confronto com o La Guaira, o Alvinegro está sem perder há dez jogos.

Além da nítida evolução em campo, os 16 gols marcados e apenas quatro sofridos nos jogos em questão evidenciam o crescimento dos comandados de Cuca.

Pressão e polêmicas

Antes dar o primeiro passo na Libertadores, o Atlético vinha pressionado pelas atuações pouco inspiradas no Estadual

Os apáticos desempenhos na derrota para o Cruzeiro, e no sofrido triunfo sobre o Boa, conseguido apenas nos minutos finais, ligaram o sinal de alerta na Cidade do Galo.

Contestado, Cuca prometeu que o time iria apresentar evolução em breve.

Paralelamente aos resultados de campo, o treinador ainda teve que gerir um episódio polêmico com o atacante Hulk, que reclamou publicamente de não estar tendo uma sequência entre os titulares.

Sem acirrar ainda mais os ânimos, Cuca deu o recado ao astro, indicando que a titularidade viria pelo desempenho em campo.

E assim aconteceu. Em nova função, atuando como centroavante, Hulk deslanchou e vem sendo o principal nome desse bom momento do Galo, marcando seis gols nos últimos oito jogos.

Classificado às oitavas de final da Libertadores, e com a liderança da chave assegurada com uma rodada de antecedência, o Galo volta o foco para o Campeonato Mineiro.

Neste sábado, o Alvinegro enfrenta o América, às 16h30, no Mineirão, no segundo jogo da decisão do Estadual. A primeira partida, disputada no Independência, terminou empata em 0 a 0.

Dono da melhor campanha da etapa inicial do torneio, o Atlético tem a vantagem de atuar por um novo empate para levantar a taça.