Empolgado pela vitória por nocaute em seu retorno ao boxe, Popó propôs um desafio bem mais complicado nas redes sociais. Após vencer argentino Mateo "El Chino" Verón no terceiro round, o brasileiro de 39 anos convocou o filipino Manny Pacquiao, outro veterano, para um confronto no próximo ano.

"Pacquiao, porque você não volta em 2016 lutando contra mim? O desafio pode ser no lugar que você quiser", disse o pugilista do Brasil em sua conta no Twitter. Antes de vencer na noite deste sábado, pela categoria super meio-médio (até 69 quilos), Popó não lutava profissional há três anos.

A vitória deste sábado, em Santos, foi a 40ª de Popó em 42 combates, com 34 nocautes. O pugilista de 39 anos, que tem quatro títulos mundiais em sua carreira, planeja chegar a mais uma luta valendo o cinturão de campeão do mundo na categoria meio-médio (até 66 quilos) por alguma das associações de boxe.

Para ter o direito de desafiar o campeão ele precisa retornar ao ranking. Por esse motivo, a ideia é voltar a lutar ainda este ano - novamente no Brasil e, muito provavelmente, em Santos outra vez. Manny Pacquiao não luta desde que foi derrotado por Floyd Mayweather, em maio deste ano. O filipino é o único campeão mundial em oito categorias diferentes no boxe.