Emprestado pelo Atlético ao Criciúma até o próximo sábado (5), o atacante Alessandro Vinícius viveu momentos de terror na madrugada desta terça-feira (1). Acordado por um amigo, ele foi comunicado que a cidade, de Santa Catarina, estava sendo alvo de um ataque feito por bandidos fortemente armados. E não demorou muito para perceber, que, de fato, era verdade.

"Meu amigo me avisou que estava tendo muito tiro perto da minha casa. Acordei assustado. Quando olho na janela, os caras estavam dando muitos tiros aqui na rua. Coisa de filme mesmo. Eu só conseguia sentir medo. Mas Deus é mais", relata o jogador de 21 anos.

Leia mais:
Criciúma vive madrugada de terror durante assalto a banco

"Fique aterrorizado e com medo de que algo me acontecesse. Fiquei deitado no chão, esperando acabar. Mas durou até quase 3 horas da manhã", acrescenta ao Hoje em Dia.

Na ação, os bandidos assaltaram duas agências do Banco do Brasil, no Centro da cidade, local onde mora o jogador, que pertence ao Galo. Além de rajadas de tiros, os criminosos fizeram barricadas com carros, espalharam explosivos por várias ruas, incendiaram um Batalhão da Polícia Militar e usaram reféns como escudo para evitar a aproximação de policiais.