Uma das grandes promessas da base do Cruzeiro nos últimos anos, tendo marcado mais de 135 gols desde a categoria pré-infantil, o atacante Vinícius Popó ainda busca seu espaço na categoria principal do futebol brasileiro.

Utilizado em três jogos do Campeonato Mineiro, Popó retornou ao time sub-20 no segundo semestre e foi emprestado ao Sport, em novembro, para a disputa do Brasileirão, em busca de mais oportunidades.

Entretanto, desde então, o jovem de 19 anos, ainda não estreou pelo Leão, após quase dois meses e oito jogos disputado pelo Rubro-Negro, desde sua apresentação, realizada no dia 22 de novembro.

Neste período, o centroavante foi relacionado para quatro partidas, sem, no entanto, ser utilizado pelo técnico Jair Batista no decorrer dos jogos. 

A última vez em que Vinícius figurou entre os suplentes foi no dia 13 de dezembro, quando o Sport empatou em 1 a 1 com o Grêmio, na Ilha do Retiro, pela 26ª rodada do Brasileirão.

Nos últimos três confrontos do Leão pelo torneio, contra Goiás, Fortaleza e Palmeiras, Popós foi preterido.

Antes de ir para Recife, Vinícius Popó havia disputado 12 jogos pela Raposa no Campeonato Brasileiro sub-20, marcando quatro gols.

Em 2019, primeiro ano de aproveitamento no time de cima do Cruzeiro, Popó jogou três partidas pelo Campeonato Mineiro e duas pelo Nacional, sem balançar as redes. 

Concorrência

Contratado pelo Leão no último dia de inscrição de novos atletas para o Nacional, a jovem promessa da Raposa sabia que iria enfrentar uma forte concorrência na luta por uma vaga no time.

Na função de Popó, o comandante do Sport tem utilizado o experiente Hernane Brocador, o jovem Mikael, além de Dalberto, um dos destaques do Juventude na Série B, também contratado pela equipe pernambucana para o Brasileiro.

Outro jogador que pode atuar na posição é o atacante Leandro Barcia. Entretanto, o uruguaio sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo e só volta a atuar na próxima temporada.

Além dos atacantes de área, Ventura tem optado em montar o ataque com jogadores mais versáteis em alguns jogos, chegando até a abrir mão de um atacante centralizado, em alguns momentos.

Nomes como o do veloz Marquinhos, o ex-atleticano Patric (que é lateral-direito de origem), além dos meias-atacantes Thiago Neves, Lucas Mugni e Jonatan Gómez, têm aparecido no setor ofensivo.

Com 32 pontos, o Sport ocupa a 14ª colocação do Brasileiro, com três pontos de vantagem para o Bahia, que abre a zona de rebaixamento no momento.