Pelo 37º ano consecutivo a data nacional do Brasil é sinônimo de trilhas e poeira. Criado em 1983 pelo Trail Clube Minas Gerais para recriar a viagem de D. Pedro II a Vila Rica (Ouro Preto) antes da proclamação da libertação de Portugal, o Enduro da Independência se transformou na mais tradicional prova de regularidade do país.

Com percursos diferentes a cada edição, a deste ano ligará Ubatuba a Lavras em quatro dias de prova, com paradas em Itajubá e Caxambu. Um desafio resumido  no lema da prova: “Do mar às montanhas”.

Com participação limitada a 300 inscritos, por questões de logística, o Independência 2019 mais uma vez reúne os principais nomes da modalidade. E traz uma mudança na nomenclatura das categorias para facilitar a compreensão pelo público. O que era a Master, reunindo os nomes mais fortes, passa a se chamar Elite.
Sênior e Júnior, que não tinham relação com idade, mas experiência, passam a ser conhecidas, respectivamente, como Graduado e Intermediária.

Favoritos
Na agora Elite, não faltam candidatos a receber o troféu de campeão sábado, depois de um percurso de 680 quilômetros de trilhas. A taça, aliás, traz o nome de todos os vencedores e tem posse transitória, no melhor estilo das grandes disputas esportivas.

O capixaba Jomar Grecco (Yamaha/O2BH) busca se tornar o primeiro hexacampeão da prova, que só veio a ter um vencedor de outro estado em 1998 (o catarinense Dário Schrull). Outro ‘forasteiro’ que busca repetir a façanha é o paranaense Emerson Loth, o Bombadinho (ProTork), que levou a edição de 2014.

Para os mineiros, o desafio agora é dar fim a um jejum que se estende desde 2012, quando Rodrigo Amaral, de Lagoa da Prata, se sagrou vencedor.
A principal esperança, além de disputar boa parte da prova no quintal de casa, busca uma façanha inédita.

O lavrense Tunico Maciel mal teve tempo de descanso depois de conquistar o título do Rally dos Sertões (veja nota ao lao) e troca a velocidade pela regularide. Seu conterrâneo e companheiro de equipe Dário Júlio, dono de quatro vitórias na Master, agora encara a categoria Brasil.

Leia mais sobre automobilismo e motociclismo no site Racemotor (https://www.racemotor.com.br)

RÁPIDAS

IGOR FRAGA VENCE MAIS UMA E É O
TERCEIRO NA F-REGIONAL EUROPA

Igor Fraga voltou a se destacar na quinta etapa da F-Regional Europa, em Imola (Itália). Depois de vencer sua primeira corrida na categoria no Red Bull Ring (Áustria), o ipatinguense nascido no Japão voltou ao alto do pódio na prova que abriu o fim de semana. Com o Tatuus Alfa Romeo da equipe DR Formula by RP, ele largou da pole e manteve vantagem confortável sobre o líder do campeonato, o dinamarquês Frederik Vesti. Em seguida, conseguiu dois terceiros e um segundo lugar (numa dobradinha brasileira com Enzo Fittipaldi, neto de Emerson). Com os resultados do fim de semana, Igor assumiu a terceira posição do campeonato, atrás apenas de Vesti e Fittipaldi. A próxima etapa do campeonato será disputada entre os dias 20 e 22, em Barcelona.

TUNICO MACIEL CONQUISTA O BICAMPEONATO
NO RALLY DOS SERTÕES

Segunda vitória consecutiva do lavrense Tunico Maciel numa das mais difíceis maratonas fora de estrada do planeta, o Rally dos Sertões. Com a Honda CRF 450RX da equipe oficial da fábrica, ele assumiu a liderança entre as motos na segunda etapa e foi o mais rápido em cinco dos oito dias de competição. Outro mineiro concluiu os 4.800 quilômetros de desafio (2.860 deles cronometrados) entre Campo Grande (MS) e Aquiraz (CE) entre os cinco primeiros foi o uberlandense Bruno Leles (Yamaha). Nos UTVs, quarta posição final de Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo.

INTERLAGOS É DESAFIO PARA MINEIROS
NA SEXTA ETAPA DO TURISMO NACIONAL

O mais tradicional autódromo do país é o palco, no fim de semana, da sexta etapa do Turismo Nacional, campeonato que passou por Curvelo e tem os mineiros como protagonistas. Em Interlagos, Gustavo Mascarenhas defenderá a liderança na Classe 1 Super, com o Fiat Uno da equipe Curvel. Também candidatos à vitória na categoria, os irmãos Leandro e Wanderson Freitas (VW Gol/Contagem Motor Peças) e Wilton Pena (VW Gol/Pace Car). Na Classe 2A a liderança é de outro mineiro, Thiago Tambasco (Chevolet Onix/Líder BH). Excepcionalmente as quatro corridas do fim de semana, normalmente concentradas no sábado, se dividem também pelo domingo, já que o traçado paulista recebe ainda o Estadual de Automobilismo e o Brasileiro de Endurance.