Há exato um mês, o Atlético apresentava o técnico Cuca, escolhido para substituir Jorge Sampaoli, que deixou o clube após o Campeonato Brasileiro, rumo ao Olympique de Marseille, da França. 

Nesse período, o Galo vinha sobrando no Campeonato Mineiro, com o novo comandante tentando implementar sua filosofia de trabalho.

Entretanto, derrotas para Caldense e Cruzeiro, esse último com atuação bem aquém do esperado para a capacidade técnica e do grande leque de opções do atual elenco, aumentaram as cobranças em cima do trabalho do técnico campeão da Libertadores 2013.

Especialmente no clássico – maior teste do Galo na temporada, até então – se viu diferenças significativas no comportamento da equipe, em relação a temporada passada.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (16), o meio-campo Hyoran revelou quais os pontos diferem entre os dois técnicos.

"O Sampaoli usava uma forma mais posicional, com cada jogador na sua zona (posição), esperando a bola chegar. E o Cuca muda, dá essa liberdade para a gente se movimentar e mudar de posição. Isso é algo que temos que nos adaptar de novo”.

Em seguida, o camisa 20 falou sobre o posicionamento dos pontas e da marcação.

“O Sampaoli gosta dos pontas bem abertos, o Cuca gosta que os pontas se movimentem, que venham por dentro também. Muda um pouco nossa forma de marcar. São coisas que a gente vem usando nessa semana de treinamentos de trabalho, para se adaptar bem ao que ele quer. Tenho certeza que temos conseguido fazer isso e vamos ter bons frutos, bons jogos e os resultados vão chegar”, completou o jogador.

Ainda sobre a marcação, uma característica marcante dos times de Sampaoli, era a pressão já na saída de bola do adversário, e linhas defensivas mais altas, para tentar rapidamente recuperar a posse de bola, durante a maior parte do jogo.

Cuca por sua vez, alterna as estratégias, muitas vezes optando por não exercer essa pressão de cara, e também minimizando possíveis espaços que possam surgir nas costas dos zagueiros e laterais

Confiança

Em busca de retomar espaço na equipe, Hyoran, ainda sem iniciar uma partida como titular nesta temporada, vê com otimismo o futuro alvinegro nas mãos do atual treinador.

"Cuca está usando esses dias para implementar a forma dele de jogar. Queira ou não, o Sampaoli tinha outra forma de jogar. E estávamos acostumados a jogar de outra forma. Mas agora, estamos jogando da forma que o Cuca quer e tenho certeza que vamos jogar da forma que ele quer implementar".

Com Hyoran na disputa por uma vaga no onze inicial, o Atlético volta a campo neste domingo (18), para enfrentar o Boa Esporte, às 16h, no Mineirão, pela 10ª rodada do Mineiro.

Três dias depois, o Alvinegro vai estrear na Copa Libertadores, diante do Deportivo La Guaira, da Venezuela, às 19h, no estádio Olímpico, em Caracas.