Ney Franco iniciou sua primeira passagem como treinador efetivo do Cruzeiro nesta sexta-feira (11), superando o Vitória por 1 a 0, no Mineirão, pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No próximo sábado (19), quando encara o CSA às 21h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, estará completando seu 10º jogo à frente da Raposa.

Ney Franco técnico CruzeiroRevelado nas categorias de base do Cruzeiro, Ney Franco foi treinador interino do time principal em três oportunidades, entre 2002 e 2004. Agora, como efetivo, já chega ao 10º jogo no comando do time na partida seguinte à sua estreia

A matemática pode parecer estranha, mas as três passagens pelo cargo como interino, no início do século, quando ele era treinador do time sub-20, é que permitem ao atual comandante alcançar seu 10º jogo como técnico do Cruzeiro.

E essa história, até agora, só tem crise. Ele pode começar a viver nova trajetória a partir do desempenho do seu time na Segundona, onde ainda tem o distanciamento da zona de rebaixamento como objetivo principal.

Interino

A condição de interino de Ney Franco tem sempre a presença de Marco Aurélio na história. Em 2002, o treinador caiu após o Cruzeiro ser goleado por 5 a 1 pelo Fluminense, no Maracanã, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Antes da chegada de Vanderlei Luxemburgo, Ney Franco dirigiu o time principal da Raposa pela primeira vez, em 14 de agosto de 2002, num empate por 1 a 1 com o Palmeiras, no Mineirão.

Assim, pode-se dizer que ele foi o último técnico do Cruzeiro antes da Tríplice Coroa, em 2003.

Em 2004, a interinidade sobrou para o atual treinador celeste duas vezes. Emerson Leão caiu após derrota de 1 a 0 para o Corinthians, no Pacaembu, em 28 de julho. Antes do retorno à Toca da Raposa II de Marco Aurélio, Ney dirigiu o Cruzeiro em 31 de julho, num 0 a 0 com o Fluminense, no Maracanã, e alcançou sua primeira vitória em 5 de agosto, por 2 a 0, sobre o Internacional, no Mineirão.

Este foi o primeiro jogo do centroavante Fred, que tinha sido contratado ao América, pelo Cruzeiro. Ele entrou em campo aos 14 do segundo tempo no lugar de Wendel, atual treinador do sub-14 da Raposa e que tinha feito 1 a 0 logo aos 3 minutos de jogo.

Nesta partida, Fred marcou também seu primeiro gol com a camisa cruzeirense fechando o placar aos 36 minutos da etapa final.

Goleadas

Marco Aurélio durou pouco no cargo. Caiu em 13 de novembro, após uma goleada de 4 a 1 para o São Caetano, no Anacleto Campanella. Faltavam cinco rodadas para o final do Brasileirão e a diretoria optou por colocar Ney Franco como interino.

Nos dois últimos jogos, ele comandou o time num 4 a 0 sobre o Vitória, no Mineirão, pela penúltima rodada, com apenas 1.937 pagantes no estádio. Isso porque a derrota do rubro-negro baiano era muito boa para o Atlético, que brigava contra o rebaixamento.

TODOS OS JOGOS DE NEY FRANCO PELO CRUZEIRO

arte

CLIQUE PARA AMPLIAR

Em 19 de dezembro, o Cruzeiro encerrou sua participação no Campeonato Brasileiro de 2004 sendo goleado pelo Flamengo por 6 a 2, no Estádio Raulino de Olivieira, em Volta Redonda.

Ipatinga

No ano seguinte, Ney Franco deixou o Cruzeiro e foi comandar o Ipatinga, presidido por Itair Machado e que era uma espécie de filial do Cruzeiro nas gestões de Zezé e Alvimar Perrella.

Ney Franco Ipatinga 2005

O bom trabalho no Ipatinga, em 2005 e 2006, abriu o caminho para Ney Franco dirigir grandes clubes do futebol brasileiro

No clube do Vale do Aço, Ney foi campeão mineiro em 2005, e vice em 2006, em decisões contra o Cruzeiro. As boas campanhas fizeram sua carreira de treinador decolar e ele iniciou sua caminhada no Flamengo, onde foi campeão da Copa do Brasil em 2006, numa final contra o Vasco.

Agora, tem como desafio evitar que o Cruzeiro precise de um treinador interino. Para isso, precisa efetivar a volta do time à briga pelo G-4 da Série B.