A passagem do meia Vina pelo Atlético foi de altos e baixos, e, apesar de ter deixado a sensação de que poderia ter tido mais oportunidades, não deixou saudades em muitos torcedores. Pelo Galo, foram 47 partidas realizadas em 2019 e sete gols anotados.

Contudo, foi com a camisa do Ceará que o paranaense de 29 anos ganhou a idolatria que tanto almejava. Pelo Vozão, ele já realizou 57 partidas e anotou 23 tentos. O excelente desempenho, inclusive, fez com que clubes do eixo Rio-São Paulo mirassem as atenções para o Castelão. Contudo, sem sucesso.

Para permanecer com o meia, a diretoria do Ceará colocou a mão no bolso e firmou novo vínculo até 2024. Além disso, com vencimentos de R$ 350 mil - totalizando quase R$ 17 milhões até o fim do novo contrato -, Vina passa a ser o atleta mais bem pago da história do clube e também do Nordeste.

Haverá também pagamentos de luvas, fracionadas ao longo do tempo de contrato, e outros valores por produtividade, com premiações e bonificações no caso de metas alcançadas, conforme informa o Diário do Nordeste