O ex-técnico da seleção brasileira feminina de futebol Vadão morreu aos 63 anos, na tarde desta segunda-feira (25).

Ele lutava contra um câncer no fígado desde o começo deste ano, mas não conseguiu vencer essa batalha.

Vadão ficou conhecido no meio esportivo por ter comandado várias equipes do futebol nacional, como Corinthians, Bahia, Athletico-PR, São Paulo, Ponte Preta, Guarani, Mogi Mirim e tantos outros.

O treinador também esteve à frente da seleção feminina na Olimpíada de 2016. Na ocasião, a equipe brasileira terminou a competição em quarto lugar. Ele deixou o time em novembro daquele ano. Voltou a dirigir a equipe entre 2017 e 2019.

Vadão