O ex-jogador irlandês Mark Farren não resistiu à batalha contra um tumor cerebral e morreu nesta quarta-feira (3). Ele estava afastado do futebol desde 2014, quando descobriu a doença, chegou a ser submetido a cirurgias, mas não resistiu. A notícia foi confirmada pelo Derry City, clube norte-irlandês onde ele se tornou ídolo.

"É com grande tristeza que nós soubemos nesta manhã da morte da lenda do Derry City e maior artilheiro do clube, Mark Farren. Mark era um verdadeiro cavalheiro do jogo dentro e fora de campo e será lembrado para sempre como parte massiva da história do clube. Nossos pensamentos e preces estão com a família Farren neste momento. Descanse em paz, Mark", escreveu o clube em comunicado.

Farren é considerado um dos grande ídolos da história do Derry City, que defendeu por 10 anos (2003 a 2012) e pelo qual marcou 114 gols em 209 jogos. O jogador chegou a vencer o prêmio de melhor jogador do Campeonato Irlandês em 2005.

O atacante ainda teve uma breve passagem pelo Glevanon antes de precisar encerrar a carreira por causa do tumor. Um site chegou a ser lançado para arrecadar fundos para ajudar Farren a pagar sua ida ao México, para um tratamento especial, mas o tumor acabou vencendo a batalha.