Segue a calvário do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. O empate com o Avaí  em 0 a 0, nessa segunda-feira (18), no Mineirão, evitou que a Raposa se afastasse da zona de rebaixamento do torneio. 

Mesmo deixando com o Z-4 com o ponto conquistado, os jogadores da equipe celeste lamentaram os pontos perdidos contra o lanterna, e agora primeiro rebaixado da competição. 

Fabrício Bruno Cruzeiro

Em meio as cobranças da torcida em cima de vários jogadores, um dos únicos poupados foi o zagueiro Fabrício Bruno, que deixou o gramado aplaudido pelos cruzeirenses. 

Após o tropeço com o time catarinense, o jovem defensor desabafou sobre o momento atual do time no campeonato, citando a sua relação com o clube estrelado. 

"Eu falo por mim. É ruim para mim ver o time nessa situação. Eu tenho amigos, sou de Belo Horizonte, tenho familiares (cruzeirenses). Você pode achar que não, mas quando se joga em casa se tem uma cobrança a mais. Eu assumo a responsabilidade, mesmo com 23 anos sou experiente o suficiente para falar isso. Falo de coração aberto que vou lutar para tirar o clube dessa situação, o que depender de mim, estou aqui para ajudar. É ruim (a situação). A gente tem a lamentação igual a do público que esteve aqui, porque eu já fui de arquibancada e sei como é frustrante um clube gigante igual ao Cruzeiro estar nessa situação". 

Com 36 pontos, na 16ª posição, a Raposa volta a campo no próximo sábado (23), para enfrentar o Santos, às 21h, na Vila Belmiro.