"Fala, Zezé! Bom dia, cara!". Quantas vezes você não ouviu ou leu essa frase desde as últimas rodadas do Brasileirão que culminou na queda do Cruzeiro para a Série B? O áudio do meia Thiago Neves destinado a Zezé Perrella, pedindo que o então gestor de futebol conseguisse quitar parte dos salários atrasados dos jogadores, se tornou um dos principais memes da internet brasileira. Agora, Anderson Alvarenga, cruzeirense, desenvolveu um jogo para celular chamado "Fala, Zezé".

Como explica o próprio desenvolvedor do jogo, o objetivo é coletar moedas que levam o rosto do ex-presidente do clube. Ao mesmo tempo, o personagem caracterizado por Thiago Neves, controlado por quem está jogando o game, tem que se livrar de garrafas de cerveja que possuem como rótulo o rosto de Wagner Pires de Sá, ex-mandatário da Raposa.

a

Cruzeirense apaixonado, Anderson explicou à reportagem do Hoje em Dia que o meme se difundiu de forma cômica até mesmo entre os torcedores, apesar de relembrar um momento difícil do clube.

"Então, mesmo sendo bem trágico virou uma brincadeira até entre nós, cruzeirenses. Eu fiz mais pela brincadeira, gosto muito de jogos casuais e tive a ideia de ter algo como o Thiago 'lucrando' com o Zezé. Não cheguei a pensar em forma de protesto e até tentei evitar ao máximo usar o nome do Cruzeiro ou algo do tipo", explicou a aluno do segundo período de jogos digitais.

Com as cinco estrelas do Cruzeiro marcadas na pele, o desenvolvedor do jogo está otimista com a reconstrução do clube.

"Tenho muita esperança de que o clube será reconstruído. A torcida está abraçando e apoiando. Isso é muito importante, independentemente do tempo que leve. Mas acredito que vamos voltar fortes", finalizou.

O jogo está disponível de forma gratuita para celulares que possuem o sistema Android.

Origem

No diálogo vazado, realizado às vésperas do duelo decisivo com o CSA, no Mineirão, Thiago Neves pediu para que Zezé tentasse quitar o pagamento de parte dos salários atrasados, o que seria, para o meia, mais uma forma de motivação para os jogadores antes do confronto.

Na partida em questão, Thiago Neves desperdiçou um pênalti na derrota da Raposa por 1 a 0 e agravou ainda mais sua situação no Cruzeiro. Acabou sendo afastado pelo então gerente de futebol.

* Sob supervisão de Thiago Prata