Última rodada da Série A de 2011. O Cruzeiro, que é mandante, e por isso tem 100% da torcida na Arena do Jacaré, precisa vencer o clássico para não cair.

Isso para não depender do jogo Athletico-PR x Coritiba, na Arena da Baixada, que o Furacão venceu por 1 a 0. O técnico Vágner Mancini não conta com os dois principais jogadores do time, Fábio e Montillo, suspensos.

Mas o primeiro gol, marcado por Roger, substituto do argentino, aos 8 minutos, deu início à maior goleada cruzeirense no clássico.

O primeiro tempo foi 4 a 0. O jogo, um 6 a 1 que salvou a Raposa da queda. Tinha início a maior marca da rivalidade, que é o 6 feito pelos cruzeirenses, respondidos pelos atleticanos com o 9, referência ao 9 a 2 aplicado em 1927.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 6
Rafael; Léo, Naldo, Victorino e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Charles (Farías), Fabrício e Roger (Ortigoza); Wellington Paulista e Anselmo Ramon (Everton). Técnico: Vágner Mancini

ATLÉTICO 1
Renan Ribeiro; Serginho Borges (Magno Alves) Leonardo Silva (Werley), Réver e Richarlyson; Pierre, Fillipe Soutto, Carlos César e Daniel Carvalho; Bernard e André. Técnico: Cuca

DATA: 4 de dezembro de 2011
LOCAL: Arena do Jacaré
MOTIVO: Campeonato Brasileiro
GOLS: Roger, aos 8, Leandro Guerreiro, aos 28, Anselmo Ramon, aos 33, e Fabrício, aos 45 minutos do primeiro tempo; Wellington Paulista, aos 12, Réver, aos 15, e Everton, aos 45 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Carlos Berkenbrock (SC) e Julio César Rodrigues Santos (RS)
CARTÃO VERMELHO: Wellington Paulista (Cruzeiro); Werley (Atlético)
CARTÃO AMARELO: Leandro Guerreiro, Roger e Diego Renan (Cruzeiro); Pierre e Richarlyson (Atlético)
PÚBLICO: 18.500
RENDA: R$ 258.564,50