A derrota para o Coritiba parece ter abalado o técnico Dorival Júnior. O treinador manteve o discurso otimista de outrora, mas já deu para perceber que ele mesmo não parece tão convencido do que fala. Um dos pontos que mais preocupa o treinador é a falta de criatividade da equipe para chegar ao gol adversário. O Palmeiras perdeu a terceira partida consecutiva e sem marcar um gol sequer, algo que incomoda o treinador.

"O problema não é só não fazer gols, mas é molestar pouco o goleiro adversário. Tivemos dificuldades ao longo do ano. Fizemos quatro gols apenas em uma partida (vitória por 4 a 2 sobre o Chapecoense) e nas outras marcamos no máximo dois gols em todo o campeonato. Temos que repensar isso. Nesse momento temos que passar tranquilidade aos jogadores", analisou o treinador.

A preocupação com o lado psicológico da equipe também é evidente. Dorival espera aproveitar a semana livre para tentar trabalhar não só a parte física, como a mental dos atletas. "Vamos levantar os jogadores de todas as formas. Primeiro tempo do jogo foi equilibrado, mas a partir do momento que a gente toma um gol, o time se desmancha. Não estamos criando com intensidade e não nos defendemos como deveríamos", lamentou.

O elenco do Palmeiras volta para São Paulo na manhã desta segunda-feira (24) e tira folga. Por questões de segurança e receio de possível protesto dos torcedores, a diretoria não permitiu que fosse divulgado o horário do voo que sai de Curitiba. A equipe volta aos treinamentos nesta terça-feira.