O Cruzeiro vivia um jejum sem conquistar o título do Campeonato da Cidade (Mineiro), que tinha vencido pela última vez em 1945. Além disso, via o rival Atlético dominar não só o clássico, mas o futebol no Estado, com um dos maiores esquadrões da sua história.

Por isso, o amistoso de 25 de junho de 1952, foi tão especial para os cruzeirenses que golearam os atleticanos por 4 a 0 em confronto válido por um torneio quadrangular que contou ainda com América e Fluminense-RJ.

A partida foi disputada no Estádio Otacílio Negrão de Lima, a Alameda, campo do América, e teve os gols cruzeirenses marcados por Chiquinho, que decretou 2 a 0 no primeiro tempo, e Barra Mansa, que também balançou a rede alvinegra duas vezes na etapa final, estabelecendo a goleada celeste por 4 a 0.

Na temporada de 1952, por causa da grave crise financeira, o Cruzeiro liberou praticamente todos os seus jogadores profissionais e apostou numa equipe formada por jovens, quase todos formados nas suas categorias de base.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 4
Bernard; Licinho e Dirceu; Adelino (Roque), Pampolini e Mussi; Chiquinho, Barra Mansa, Abelardo, Nilsinho e Raimundinho (Oiti). Técnico: Colombo

ATLÉTICO 0
Sinval; Afonso e Osvaldo; Cléver, Zé do Monte (Tam) e Haroldo; Vavá, Mauro (Antoninho), Ubaldo Miranda, Lêro (Tiãzinho) e Amorim. Técnico: Yustrich

DATA: 25 de junho de 1952
LOCAL: Alameda
MOTIVO: Amistoso
GOLS: Chiquinho, aos 16 e 38 minutos do primeiro tempo; Barra Mansa, aos 6 e 35 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Willer Costa, auxiliado por Adelino Zaramela e Luiz Guarda
RENDA: Cr$ 76.185