Menos de um mês antes, o Cruzeiro tinha batido o Flamengo e conquistado o pentacampeonato da Copa do Brasil, se igualando ao Grêmio como maior vencedor do torneio. E naquele clássico de 22 de outubro de 2017, a impressão era de que a festa continuaria sendo cruzeirense, pois o time do técnico Mano Menezes saiu na frente no placar, com um gol do meia Thiago Neves aos 30 minutos do primeiro tempo.

Naquele momento, o Galo buscava uma vaga na Copa Libertadores do ano seguinte, após apresentar muita irregularidade durante grande parte da Série A do Campeonato Brasileiro.

O clássico seguia morno, até o baixinho Otero, de cabeça, empatar, aos 15 da etapa final.

A festa da torcida atleticana, que era minoria no Mineirão, pois o rival era o mandante, foi garantida pelo atacante Robinho.

Logo depois do gol do venezuelano, ele decretou a virada com um golaço.

A vitória alvinegra foi assegurada com mais um belo gol do Pedalada, que na temporada 2017 já tinha sido destaque no clássico que decidiu o Campeonato Mineiro.

A FICHA DO JOGO

CRUZEIRO 1
Fábio; Ezequiel, Manoel, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique (Rafael Marques) e Hudson; Rafinha (Rafael Sóbis), Thiago Neves e Alisson (Elber); Arrascaeta. Técnico: Mano Menezes

ATLÉTICO 3
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson e Roger Bernardo (Yago); Otero (Clayton), Valdívia (Cazares) e Robinho; Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira

DATA: 22 de outubro de 2017
LOCAL: Mineirão
MOTIVO: Campeonato Brasileiro
GOLS: Thiago Neves, aos 30 minutos do primeiro tempo; Otero, aos 15, Robinho, aos 21 e 35 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Wagner dos Nascimento Magalhães, auxiliado por Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Rodrigo Henrique Correa, todos do Rio de Janeiro
CARTÃO AMARELO: Henrique e Alisson (Cruzeiro); Leonardo Silva, Gabriel e Robinho (Atlético)
PÚBLICO: 32.989
RENDA: R$ 1.128.811,00