As quartas de final do Campeonato Brasileiro de 1977 foram disputadas com quatro hexagonais, em turno único, com o vencedor de cada um garantido vaga nas semifinais. E os dois rivais mineiros caíram no mesmo grupo nesta etapa e se enfrentaram logo na primeira rodada, em 29/1/1978, num clássico recheado de rivalidade, pois ainda eram recentes as duas decisões estaduais vividas por eles na temporada anterior.

Era o primeiro jogo oficial de ambos no ano de 1978, que teve o início invadido pelo Brasileirão de 1977, e o caráter decisivo, pois só o vencedor da chave seguia na competição, fez com que as duas torcidas comparecessem em peso ao Mineirão, que recebeu 98.778 pagantes, maior público de um clássico válido por uma competição nacional.

O Cruzeiro saiu na frente, com Nelinho cobrando pênalti, mas Ziza deixou tudo igual ainda no primeiro tempo. Quando o empate parecia uma certeza, Reinaldo, maior artilheiro do clássico no Mineirão, decretou a virada atleticana aos 39 da etapa final.

A FICHA DO JOGO

ATLÉTICO 2
João Leite; Aves, Márcio, Vantuir e Danival; Toninho Cerezo, Ângelo e Paulo Isidoro; Serginho, Reinaldo e Ziza. Técnico: Barbatana

CRUZEIRO 1
Raul (Hélio); Nelinho, Zezinho Figueroa, Darci Menezes (Mariano) e Vanderlei; Flamarion, Paulo César e Erivelto; Eduardo, Eli Carlos e Joãozinho. Técnico: Aymoré Moreira

DATA: 29 de janeiro de 1978
LOCAL: Mineirão
MOTIVO: Campeonato Brasileiro
GOLS: Nelinho, aos 23, e Ziza, aos 43 minutos do primeiro tempo; Reinaldo, aos 39 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Roberto Nunes Morgado, auxiliado por Orêncio Caputo e Alcirio Agostinho, todos de São Paulo
CARTÃO AMARELO: Ziza (Atlético); Vanderlei, Darci Menezes e Mariano (Cruzeiro)
PÚBLICO: 98.778
RENDA: Cr$ 3.023.000,00

Leia Mais:
Faltam 44 dias: Palestra Itália vence primeiro clássico disputado no Estádio de Lourdes
Faltam 44 dias: maior goleada do clássico no Barro Preto foi atleticana, com show de Guará
Faltam 45 dias: gol de Jason garante último título de Telê Santana dirigindo o Atlético