Arrascaeta tem uma história de amor e ódio no Cruzeiro. Chegou como aposta, demorou para engrenar, se tornou um dos destaques do time em 2017 e 2018, com gols em finais, e saiu pela “porta de trás”. No entanto, independentemente dos problemas durante os últimos capítulos de sua novela na Toca, no início de 2019, é fato que ele cravou um lugar na galeria dos jogadores que foram decisivos em títulos da Raposa.

No dia 7 de setembro de 2017, o uruguaio deixou o banco de reservas para impedir que o Flamengo levasse a melhor na partida de ida da final da Copa do Brasil. O rubro-negro vencia por 1 a 0, com gol de Paquetá, aos 30 do segundo tempo. Só que, oito minutos depois, Arrasca deixou tudo igual no placar. Na volta, no Mineirão, empate em a 0 a 0 e vitória celeste nos pênaltis, por 5 a 3.

Na decisão do Mineiro de 2018, ele também desequilibrou. Na ida, o Atlético ganhava por 3 a 0, mas no segundo tempo Arrascaeta diminuiu a contagem: 3 a 1. Tal gol foi importantíssimo, já que no último duelo do campeonato, no Mineirão, os azuis se sagraram campeões com o triunfo por 2 a 0 – e advinha quem anotou um dos tentos nesta partida?

Cruzeiro

No mesmo ano, na Copa do Brasil, mais um gol decisivo, nos 2 a 1 em cima do Corinthians, sacramentando o hexa da competição.

Tantas bolas na rede (50) o tornam o maior artilheiro estrangeiro do clube - embora o boliviano Marcelo Moreno, com dois tentos a menos, possa ultrapassar esta marca ainda neste ano.

Em 2019, porém, veio o fim do casamento entre Cruzeiro e Arrascaeta, que não aparecia para treinar na Toca e forçou sua saída para o Flamengo, revoltando uma grande parcela da torcida estrelada. 

A FICHA DO CRAQUE

NOME: Giorgian Daniel De Arrascaeta Benedetti
NASCIMENTO: 1° de junho de 1994
LOCAL: Nuevo Berlín, no Uruguai
ESTREIA NO CRUZEIRO: Guarani de Divinópolis 1 x 3 Cruzeiro, no dia 11 de fevereiro de 2015, pelo Campeonato Mineiro
PERÍODO NO CRUZEIRO: 2015 a 2018
GOLS: 50
JOGOS: 188
TÍTULOS: Copa do Brasil (2017 e 2018) e Campeonato Mineiro (2018)
OUTROS CLUBES: Defensor (URU) e Flamengo