Na temporada em que o Palestra Itália (Cruzeiro) completa dez anos, é disputada a primeira final direta de título do Campeonato Mineiro contra o Atlético, pois eles terminaram a edição de 1931 empatados com 14 pontos.

O primeiro jogo da decisão é disputado no Barro Preto, em 29 de novembro de 1931. E o Galo não leva em conta o fato de estar na casa do rival, que buscava o tetracampeonato, pois tinha sido ficado com o título em 1928, 1929 e 1930.

Esta sequência deixou os dois clubes empatados em números de conquistas, pois o Atlético tinha levantado a taça em 1915, na primeira edição, e depois no bicampeonato de 1926 e 1927.

Os atleticanos sempre comandaram o placar, que foi aberto por  Geraldino. Carazzo chegou a empatar para o Palestra Itália, mas 
Chaffir deu números finais ao jogo, decretando a vitória alvinegra por 2 a 1.

atléticoO Atlético ficou com a taça em 1931 na primeira decisão direta entre os dois rivais valendo a taça do Campeonato Mineiro

O segundo confronto seria no Estádio Antônio Carlos, em Lourdes, em 6 de dezembro. Mas ele não aconteceu. A primeira partida tinha sido comandada pelo carioca Virgílio Fedrighi.

O acordo entre os clubes era de que nos dois jogos a arbitragem seria do Rio de Janeiro, mas o Atlético não providenciou isso. Apresentou ao rival uma lista com três nomes de árbitros mineiros para que um deles fosse escolhido.

Os palestrinos não aceitaram e, apesar de entrarem em campo, não aceitaram o início da partida.

A Liga Mineira de Desportos Terrestres (LMDT) tentou remarcar o confronto, mas o Palestra Itália não aceitou. Com isso, o título ficou com o Atlético.

A FICHA DO JOGO

PALESTRA ITÁLIA 1
Catalano; Nereu e Gil; Maeco, Barros e Calixto; Piorra, Niginho, Carazzo, Bengala e Alcides. Técnico: Matturi Fabbi

ATLÉTICO 2
Armando; Maurílio e Nariz; Cordeiro, Brant e Mário Gomes; Geraldino, Jairo, Orlando Vaz, Chaffir e Cunha. Técnico: Abílio Lopes de Almeida

DATA: 29 de novembro de 1931
LOCAL: Estádio do Barro Preto
MOTIVO: Campeonato da Cidade (Mineiro)
GOLS: Geraldino, aos 20 minutos do primeiro tempo; Carazzo, aos 12, e Chaffir, aos 27 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: Virgílio Fedrighi (RJ)