O primeiro título estadual do Palestra Itália, reconhecido pela Federação Mineira de Futebol (FMF), foi conquistado em casa, numa rodada dupla e com uma goloeada de 6 a 1 sobre o Villa Nova.

Em 6 de janeiro de 1929, foram disputados os dois jogos que faltavam da última rodada do Campeonato da Cidade (Mineiro) de 1928, em uma rodada dupla, no Estádio do Barro Preto.

Palestra e Atlético brigavam pela taça, sendo que o rival tinha um jogo a menos, contra o Villa Nova, paralisado no intervalo, em 23 de dezembro de 1928, por causa de uma confusão entre jogadores dos dois times.

O Palestra liderava com 26 pontos. O Atlético, que buscava o tri, pois tinha sido campeão em 1926 e 1927, tinha 24, mas dois jogos para cumprir.

Na preliminar de 6 de janeiro de 1929, no Barro Preto, o Atlético empatou com o Alves Nogueira por 3 a 3, indo aos 25 pontos, podendo chegar, no máximo, aos 27.

O Palestra, que tinha 26 pontos, enfrentou o Villa Nova, no jogo de fundo, precisando de uma vitória para conquistar o primeiro Campeonato Mineiro da sua história.

Em dia inspirado de Bengala e do artilheiro Ninão, o Palestra Itália fez 6 a 1 e deu a primeira volta olímpica da sua história dentro do seu estádio.

A FICHA DO JOGO

PALESTRA ITÁLIA 6
Geraldo; Nereu e Rizzo; Morganti, Osti e Nininho; Piorra, Ninão, Zezinho, Bengala e Armandinho.
Técnico: Matturio Fabbi

VILLA NOVA 1
Floriano; Artur e Sérgio; Téo, Cícero e Bento; Lacerda, Lêra, Pires, Carvalho e Totó.
Técnico: Ground Committe

DATA: 6 de janeiro de 1929
ESTÁDIO: Barro Preto
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: Campeonato Mineiro
GOLS: Bengala, a 1 e 4, e Ninão, aos 35 minutos do primeiro tempo; Carvalho, aos 10, Bengala, aos 23 e 26, e Ninão, aos 30 minutos do segundo tempo
ARBITRAGEM: João Lopes Moura Filho