A chegada de William Pottker à Toca II é duplamente emblemática. O atacante busca recuperar o futebol de outrora, quando ganhou status de ‘artilheiro’, e Felipão é quem detém essa missão de fazer o atleta render dentro de campo e se tornar um dos principais nomes celestes no segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro.

“Temos mais um atleta que por nós foi solicitado à direção do Cruzeiro, que fez um esforço muito grande para trazê-lo. Um jogador no qual confio muito. Tenho plena confiança nele. Vai nos ajudar principalmente nesta segunda fase (segundo turno da Série B) que vai começar nesta semana”, ressaltou Luiz Felipe Scolari.

Ele tem razão. Pottker foi um dos destaques do Internacional na Segundona de 2017, sendo artilheiro do Colorado naquela edição, com dez gols em 32 duelos. No ano anterior, já havia sido goleador na Série A, pela Ponte Preta, com 14 gols, ao lado de Fred (Atlético) e Diego Souza (Sport).

Em 2020, porém, Pottker tem apresentado números muito abaixo do esperado: um tento em 16 partidas. O que fazer para que ele retome o caminho dos gols? Felipão diz ter a solução.

“Ele tem potencial, é um jogador com explosão muito grande, que já vivenciou a Série B e vai nos ajudar bastante. Vamos recebê-lo e dar as condições que ele precisar”, afirmou o treinador celeste.

William Pottker chega ao Cruzeiro com um contrato de quatro anos. A Raposa possui 50% dos direitos econômicos do atacante.

Cruzeiro

Pottker já está treinando pelo Cruzeiro