Enquanto tenta gerir a crise extracampo, agravada a partir da insatisfação dos jogadores e dos demais funcionários com os atrasos salariais no Cruzeiro, o técnico Felipão busca alternativas para armar a equipe celeste para o duelo com Oeste, nesta quarta-feira (13), às 21h30, no Independência.

Para o confronto com o time paulista, válido pela 34ª rodada da Série B, o experiente comandante da Raposa não vai poder contar com o meia-atacante Giovanni e com o atacante William Pottker, que foram expulsos na vitória por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, na última sexta.

Os substitutos naturais, levando-se em consideração os últimos jogos, seriam o volante Jadsom Silva e o atacante Arthur Caíke.

Entretanto, no início da semana, Luiz Felipe Scolari foi surpreendido com a notícia de que Jadsom acionou o clube estrelado na Justiça, tentando a rescisão do contrato, alegando atrasos nos vencimentos.

De quebra, Scolari foi informado que Caíke acertou com o Kashima Antlers, do Japão, não vai cumprir o restante do empréstimo, que iria até o final da Série B, e já deixou a Toca da Raposa II.

Opções

Com as baixas de última hora, Scolari busca alternativas para escalar o time para o confronto desta quarta.

No meio-campo, se quiser manter a formação com três volantes, que seria utilizada se pudesse contar com Jadsom Silva, o treinador pode escalar Jadson, ou colocar Cacá na zaga, deslocando Ramon para a função de volante.

Caso queira um jogador com a função mais semelhante a de Giovanni, as opções são Claudinho e o jovem Stênio, que ainda não atuou sob o comando de Felipão.

O recuo do atacante Rafael Sóbis para a função de armador, abrindo espaço para a entrada de outro atacante, é outra possibilidade que pode ser utilizada no início, ou até mesmo durante os jogos, como Felipão já o fez em outras oportunidades.

Ataque

Para a vaga de Pottker, o jovem Wellinton sai na frente por disputa para formar o trio ao lado de Sóbis e Airton. Versáteis, Claudinho e Stênio também podem atuar no setor.

Com características de atuarem centralizados, Marcelo Moreno, Thiago e Sassá são outras alternativas, o que faria, caso sejam escalados, com que Rafael Sóbis deixasse a função de falso 9, que vem exercendo desde que retornou ao Cruzeiro.

Com 44 pontos, na 13ª posição, a Raposa pode ganhar até quatro posições e terminar a rodada a cinco pontos do G-4, caso vença o Oeste.

O time paulista, por sua vez, é o lanterna, com 23 pontos, já virtualmente rebaixado à Série C.