Contratação mais badalada do América para a temporada, o experiente Michel Bastos vive um momento de ostracismo no clube. Anunciado pelo Coelho em maio, o meia, ex-Seleção Brasileira, disputou apenas uma partida com a camisa alviverde. Nos últimos duelos pela Série B, sequer foi relacionado.

O jogador atuou apenas na derrota por 4 a 0 para Figueirense, no dia 13 de julho, no Independência, pela 9ª rodada do torneio. Já a última vez em que figurou no banco de reservas foi na vitória por 2 a 1 sobre o Cuiabá, no dia 17 de agosto, também no Horto, pela 16ª rodada da competição.

Ao Hoje em Dia, o técnico do América, Felipe Conceição afirmou que a condição física do jogador vem sendo fator determinante para sua não utilização nos últimos jogos da equipe. "A questão do Michel é que ele chegou na intertemporada, ficou muito tempo sem jogar e já tem uma idade avançada. Então, a gente está buscando dar mais intensidade a ele, mais condicionamento, para que possa se aproximar do grupo que vem jogando. Isso é um processo que não vem de um dia para o outro”, completou Conceição.

Prazo

O comandante do Coelho evitou cravar um prazo para a utilização de Michel Bastos, citou o papel do jogador nesse processo de recondicionamento e deixou em aberto o aproveitamento do jogador na sequência da temporada.

“É difícil (estipular um prazo), porque é uma via de mão dupla. Não é só a comissão que deseja. O atleta também tem que tentar e ver se o corpo vai admitir certos trabalhos. Então, estamos gerindo isso, e é esperar o futuro para ver”, disse o comandante.

Na 13ª colocação da Série B, com 25 pontos, o América volta a campo neste sábado (7), às 11h, para enfrentar o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 21ª rodada do torneio.