A forte chuva que castigou Buenos Aires e o gramado do estádio da Bombonera levaram a Conmebol a adiar a primeira partida da final da Copa Libertadores entre Boca Juniors e River Plate para este domingo, às 17 horas (de Brasília). A entidade sul-americana anunciou a decisão em sua conta oficial no Twitter.

"Por motivos de força maior, a partida está adiada para amanhã, domingo, 11 de novembro, às 16:00 h (horário local)", publicou a Conmebol. Com a decisão, os jogos da 12ª rodada do Campeonato Argentino que seriam realizados no domingo foram adiados, pela impossibilidade de a polícia de Buenos Aires garantir a segurança das partidas na capital argentina.

A Conmebol se pronunciaria oficialmente às 14 horas (de Brasília), quando o gramado parecia apresentar condições de jogo e o Boca Juniors abriu os portões para os torcedores com ingressos entrarem na Bombonera. O trio de arbitragem, inclusive, fez a inspeção no gramado e chegou a dar sinal verde para a realização da partida.

No entanto, minutos depois, um novo temporal voltou a cair e o campo ficou ainda mais encharcado. Além disso, as ruas no entorno do estádio também ficaram cheias de água, dificultando o acesso dos torcedores, o que fez a Conmebol se pronunciar minutos depois adiando a partida para o domingo.

O jogo de volta está marcado para daqui dois sábados, no dia 24. A Conmebol concordou em romper com a tradição de promover finais às quartas-feiras por causa da cúpula do G20, reunião dos países industrializados e emergentes, estar marcada para Buenos Aires no dia 30. O segundo jogo, no Monumental de Nuñez, seria realizado no dia 28, mas a polícia de Buenos Aires alegou que não conseguiria organizar a logística de segurança de dois eventos desse porte tão perto um do outro.