Impedido de disputar a Copa do Brasil pelo Atlético por já ter defendido o Fluminense nesta mesma edição do mata-mata, o experiente Fred foi o único titular acionado pelo técnico Marcelo Oliveira no empate por 3 a 3 diante do Santa Cruz, neste domingo (20), pela 36ª rodada do Brasileirão.

Se o resultado e o rendimento do time "alternativo" frustraram as expectativas da torcida alvinegra, a partida ao menos serviu para o centroavante se isolar na briga pela artilharia da Série A.

Autor do primeiro gol atleticano contra o Santinha, logo aos 5 minutos de bola rolando, o atacante alcançou os 14 tentos marcados no Brasileirão, sendo 12 pelo Galo e dois pelo Tricolor carioca.

Insatisfeito com o placar, Fred ignorou a marca pessoal ao deixar o gramado do Arruda. "Foi bom (ter buscado o empate), mas a gente precisava mesmo é da vitória para continuar sonhando com o G-3. A gente ainda sonhava com a vaga na Libertadores de forma direta pelo Brasileiro", afirmou o capitão.

Apesar do tom de lamento do jogador, o time mineiro ainda tem chances matemáticas de se garantir na fase de grupos do torneio continental sem depender do título no mata-mata.

Com 62 pontos, o Galo está a cinco do Flamengo, com mais seis em disputa até o término do campeonato. Nas rodadas finais, o Galo enfrentará o São Paulo em casa e a Chapecoense fora. Já o rubro-negro carioca recebe o vice-líder Santos e visita o Atlético-PR.

Sem Fred e com os titulares descansados, o Galo volta a campo nesta quarta-feira (23) para enfrentar o Grêmio no confronto de ida pela final da Copa do Brasil, às 21h45, no Mineirão.

Artilharia do Brasileirão 2016

14 - Fred (Atlético)
13 - Diego Souza (Sport)
12 - Robinho (Atlético), William Pottker (Ponte Preta) e Gabriel Jesus (Palmeiras)
11 - Grafite (Santa Cruz) e Sassá (Botafogo)