Os números foram levantados pelo site de estatísticas Futdados.

Papel do atacante, dentre outras atribuições no futebol, é fazer gols e comemorar com a torcida. Essa é uma das funções mais importantes, principalmente de quem ostenta nas costas o número 9. Mas no Cruzeiro um dos centroavantes foge à regra. Fred vive com a camisa azul o maior jejum de gols de toda sua carreira. 

Fred não balança as redes há mais de mil minutos em 2019. Para ser mais exato, o jogador na sabe o que é comemorar um gol há 1105 minutos. 

São 16 longos e tenebrosos jogos do atacante neste ano sem um golzinho sequer. Marca que supera seu antigo recorde negativo, registrado ainda nos tempos em que usou a camisa do Atlético. 

Pelo Alvinegro em 2017, Fred precisou quebrar um tabu de 12 jogos sem gols. Foram 938 minutos em campo sem que o atacante marcasse gol. 

Pelo Fluminense entre 2012 e 2013, contando também jogos pela Seleção Brasileira, Fred ostentou uma seca de 10 partidas sem marcar (882 minutos). 

O péssimo momento do atacante o faz registrar também sua maior fase sem gols no Campeonato Brasileiro. Logo Fred, o maior artilheiro da competição ainda em atividade desde 2003. 

No Brasileiro já são 10 partidas sem marcar gols (840 minutos). Número mais alto que  o registrado em 2017 quando o jogador, pelo Atlético, ficou 534 minutos sem comemorar um gol (9 jogos).

Os números foram levantados pelo site de estatísticas Futdados. Confira abaixo o levantamento:
 

Fred



Leia mais:
Jogadores do Cruzeiro lamentam saída de Mano: 'Agora temos de assumir a bronca'
Tabela do Brasileiro reserva ao Cruzeiro jogos seguidos contra lanterna e líder da competição
Cruzeiro não tem 'favorito' para vaga de técnico e confirma interino contra o Avaí