Um balde água fria. O América é o vice-campeão do Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Independência, o Coelho venceu o Avaí por 2 a 1, na noite desta sexta-feira (29), no encerramento da competição, mas não foi o suficiente para garantir o tri da competição.

O triunfo da Chapecoense por 3 a 1, na Arena Condá, deu o título ao time catarinense no saldo de gols (21 a 20), após os dois clubes terem terminado a disputa com 73 pontos e 20 vitórias.

Para aumentar ainda mais o drama dos americanos, a Chape marcou o gol que lhe garantiu a taça aos 50 minutos do segundo tempo, com um pênalti convertido pelo atacante Anselmo Ramon.

No Horto, o América chegou ao triunfo com gols de Rodolfo e Ademir, no primeiro tempo. O time catarinense descontou com Getúlio, na segunda etapa.

O Coelho reclamou da posição do autor gol avaiano que, segundo o ex-árbitro Paulo César de Oliveira, comentarista do SporTV, estava em posição irregular. 

No primeiro tempo, quando o placar ainda estava 0 a 0, o goleiro Matheus Cavichioli ainda defendeu um pênalti cobrado pelo zagueiro Alemão. 

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA 2 X 1 AVAÍ

MOTIVO: 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

DATA: 29/1/2021 (sexta-feira)

ESTÁDIO: Independência

CIDADE: Belo Horizonte

ARBITRAGEM: Flavio Rodrigues de Souza, auxiliado por Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Evandro de Melo Lima, todos paulistas

GOLS: Rodolfo, aos sete minutos do primeiro tempo; Ademir, aos 22 minutos do primeiro tempo (América); Getúlio, aos 16 minutos do segundo tempo (Avaí)

CARTÕES AMARELOS: Daniel Borges (América); Pedro Castro, Jonathan e Rômulo (Avaí)

AMÉRICA

Matheus Cavichioli; Daniel Borges (Marcelo Toscano), Anderson, Messias e João Paulo (Sávio); Zé Ricardo, Juninho e Alê (Geovane); Felipe Azevedo (Neto Berola), Ademir e Rodolfo (Léo Passos)

Técnico: Lisca

 AVAÍ

Gledson; Iury (Felipe Santos), Alemão, Betão e João Lucas; Ralf (Luan Silva) e Pedro Castro e Renato (Valdívia); Vinícius (Jonathan), Rômulo e Getúlio (Jô)

Técnico: Claudinei Oliveira