Alegria de uns, decepção de outros. Na abertura da 10ª e penúltima rodada da fase inicial do Módulo I do Campeonato Mineiro, que teve quatro jogos, neste sábado (16), ao menos duas situações opostas se confirmaram. 

Depois de muita pressão, o Villa Nova venceu a URT por 1 a 0, em Nova Lima, com gol de Elias, e escapou matematicamente do rebaixamento. Além disso, o time chegou aos 11 pontos e manteve chances de disputar vaga no G8 do estadual, que será definido no meio da semana, quando se encerra a etapa. Com 7 pontos, a URT continua sua luta contra o descenso.

Já o Tupi, derrotado por 3 a 0 pelo Cruzeiro, carimbou seu passaporte para o Módulo II, em 2020. Com 4 pontos e sem vitórias na fase classificatória, o time de Juiz de Fora deu adeus à divisão principal, onde se mantinha há 13 anos. 

Com isso, a Manchester mineira terá apenas um representante na competição, no ano que vem: o Tupynambás, que tem 11 pontos na edição atual e enfrenta a Caldense, que soma 10, na manhã deste domingo.

A equipe de Poços, aliás, ainda luta contra o rebaixamento, assim como a vítima do Villa e a Tombense e o Guarani, que empataram, também neste sábado, por 1 a 1, em Divinópolis - ambos os times têm também 10 pontos.

Já o Boa Esporte, que venceu a Patrocinense por 2 a 1, na casa do adversário, também neste sábado, manteve a quarta colocação, com 15 pontos, e tem tudo para garantir-se, com vantagem, nas quartas-de-final do Mineiro.  A equipe de Patrocínio, com 12 pontos, é outra que está no páreo para a próxima etapa.

Além de Caldense x Tupynambás, a rodada será encerrada, a partir das 16h deste domingo, com o clássico entre Atlético e América, cujo resultado interessa de perto ao Cruzeiro. Os três times formam a trinca de líderes do Estadual e disputam entre si a primeira colocação antes dos mata-matas.