O assunto Balotelli no Flamengo está cada vez mais quente no Rio de Janeiro. Nesta terça-feira (13), o atacante Gabriel voltou a falar sobre o amigo, como fez na semana passada em uma entrevista a um site da Itália, e revelou novos contatos com o atacante italiano, que está sem clube desde o final do contrato com o Olympique de Marselha, da França, no final de junho.

"Conversamos por redes sociais, depois por telefone. Ele pergunta como estou aqui, como ele está lá. Agora, sabendo que o Marcos (Braz, vice de futebol do Flamengo) está lá, torcemos por um final feliz. Que seja uma decisão do coração dele. Tem se mostrado uma pessoa humilde, tranquila. Espero que venha", afirmou Gabriel em entrevista coletiva no CT Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro.

Como aconteceu nas contratações dos laterais Rafinha e Filipe Luís junto ao Bayern de Munique e ao Atlético de Madrid, respectivamente, Marcos Braz está na Europa para conversar pessoalmente com Balotelli. Gabriel ressaltou que não foi preciso fazer muita propaganda do Flamengo para o italiano.

"Flamengo é muito grande e hoje tem internet para ele tirar as dúvidas. Conversamos como amigos. Claro que falamos sobre Flamengo, Rio de Janeiro... sobre coisas normais de pessoas que podem vir a jogar juntos", disse o atacante de 22 anos.

Desfalque nos últimos dois jogos do Flamengo - contra Bahia, em Salvador, e Grêmio, no Rio de Janeiro -, Gabriel revelou estar recuperado de uma lesão muscular na coxa e que está à disposição para o clássico contra o Vasco, neste sábado, em Brasília, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"Estou 200%. Preparado. Nosso foco é no sábado. Pensamos no Vasco agora. São dois grandes jogos pela frente. Queremos sair vencedores. Sobre quarta, o Guerrero é um grande jogador. Sou muito fã dele. Não temos características parecidas, é difícil de comparar. Ele é mais de área", completou o atacante rubro-negro, falando também do duelo de ida das quartas de final da Copa Libertadores contra o Internacional, na quarta-feira da semana que vem, no Maracanã.