O presidente Daniel Nepomuceno curtiu o Carnaval do Rio de Janeiro, no último sábado, confiante em repetir o antecessor Alexandre Kalil e anunciar uma contratação bombástica. Mas negociar nesse período requer muito jogo de cintura e ritmo afinado.

Robinho ainda é cotado pelo clube para ser o principal reforço em 2016. Entretanto, o jogador não pretende se decidir na folia, mesmo que o Galo tenha pressa para o acerto. E a proposta, “quase irrecusável”, conforme disse uma fonte consultada pela reportagem, precisa vencer o desejo do atleta em voltar ao Santos.
O clube mineiro, inclusive, já traça um planejamento de estrear na Libertadores, na quarta-feira da próxima semana, tendo apenas dois novos reforços par a inscrição da competição: o “Rei das Pedaladas” e o volante Junior Urso.

Se a vinda de Robinho é incerta, o volante que estava no Shandong Luneng apenas espera o acerto do contrato com o Atlético para deixar o futebol chinês.

Urso, que saiu do Coritiba e está na Ásia há duas temporadas, é o escolhido pela equipe de Diego Tardelli para deixar o clube e permitir o uso de cinco estrangeiros. Isso porque o zagueiro Gil, contratado ao Corinthians, é o sexto jogador não nascido na China do Shandong – Montillo, Tardelli, Junior Urso, Aloísio e Jucilei são os outros.

O volante, que foi uma pedida do técnico Cuca na época em que ele comandava o Galo, nem deve entrar em campo hoje, quando o Shandong enfrenta o Adelaide United, da Austrália, na primeira etapa da Champions League Asiática (pré-fase de grupos).

Urso será negociado com o Atlético tendo o Grupo Figer como intermediário. A empresa liderada pelo agente uruguaio Juna Figer foi responsável, também, por alinhavar a negociação que trouxe Diego Aguirre ao Galo.

Robinho ainda espera que o Santos tenha condições de pagar seu salário para retornar à Vila Belmiro. Uma reunião ontem, entre Galo e a advogada do jogador, não evoluiu para o acerto entre as partes

SONDAGEM

Concentrado para jogar hoje pela Libertadores, o atacante argentino Ramon “Wanchope” Ábila foi consultado pelo Atlético e seria um dos nomes cotados para substituir Lucas Pratto, quando o atacante argentino for negociado no segundo semestre.

Com uma cláusula de rescisão de 5 milhões de dólares (R$ 19,4 milhões), o centroavante de 26 anos, artilheiro da Copa Sul-Americana 2015, também está na mira do Internacional.

“Mineiro e Internacional o querem. Ainda não há nada oficial, mas houve consultadas”, disse o empresário de Ábila, Jorge Méndez, ao Hoje em Dia.