Após conquistar o Campeão Mineiro contra o Atlético, e eliminando o Cruzeiro na semifinal, é hora do América focar no Campeonato Brasileiro, que começa no próximo fim de semana. O América faz no domingo a sua estreia no retorno a elite nacional contra o Fluminense, no Independência, a partir das 16h.

Leia também:
Em jogo morno, América e Bahia empatam e decidirão vaga em Salvador

Porém, ao contrário do que aconteceu no estadual, o América não entra na principal competição nacional em busca do título, é o que garante o técnico Givanildo Oliveira. “Vamos começar o Brasileirão conscientes de nossas condições. Não vamos entrar para brigar pelo título. Se eu falasse isso estaria mentindo. É claro que não é impossível sermos campeões, mas seria ilusão dizer hoje que esse é o nosso objetivo”, diz o treinador.

Segundo Givanildo o América tem que encarar a competição um jogo por vez. “Vamos encarar a competição com a meta de não ser rebaixado, mas o que acredito que podemos conseguir é uma vaga na Sul-americana, então este é o objetivo que temos que ter em mente”, define.

Lesões preocupam
No empate por 0 a 0, com o Bahia, na noite da última quarta-feira (11), no Independência, o técnico americano Givanildo Oliveira perdeu o lateral-direito Jonas que deixou a partida lesionado. Segundo o treinador este é o maior risco que o América correr para alcançar as suas pretensões no Campeonato Brasileiro.

“Perdemos o Jonas machucado para a estreia no Brasileiro. Teremos alguns dias para nos preparar, e estaremos mais inteiros para a partida contra o Fluminense. Mas em um elenco reduzido como o nosso, temos que ser cautelosos, pois se forçarmos muito os jogadores, podemos perdê-los para as lesões o que nos complicaria e muito”, conclui o treinador.