O gol do centroavante Paulo Henrique do Pouso Alegre, que decretou a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, neste domingo (18), no Manduzão, aconteceu exatamente no momento em que o goleiro Fábio completava 600 minutos sem ser vazado nesta temporada 2021.

O último gol sofrido pelo capitão cruzeirense tinha sido há quase um mês, em 21 de março, na derrota por 1 a 0 para o América, no Independência, em lance irregular, pois havia impedimento na jogada. O clássico foi válido pela quinta rodada da fase classificatória do Módulo I.

Fábio Cruzeiro Atlético 2021

Destque na vitória sobre o Atlético, no clássico do último domingo, Fábio teve interrompida pelo atacante Paulo Henrique, do Pouso Alegre, uma seuquência de 600 minutos sem sofrer gol

Nesta partida, o arqueiro celeste completou os primeiros 64 minutos da invencibilidade que foi quebrada ontem no Manduzão, pois além dos dez minutos restantes da primeira etapa e dos 45 da final, a somatória dos acréscimos nos dois tempos foi de nove minutos.

Depois dessa derrota para o Coelho, foram cinco partidas seguidas sem que Fábio sofresse gol, numa lista que começa com o 0 a 0 diante do Tombense, em 1º de abril, no Mineirão, numa partida em que ele defendeu um pênalti cobrado pelo volante Paulinho Dias.

Nas últimas quatro partidas, o Cruzeiro venceu todas, fazendo 1 a 0 no Boa Esporte e Atlético, pelo Campeonato Mineiro, e no América-RN, na última quarta-feira (14), pela Copa do Brasil. Teve ainda uma vitória por 2 a 0 sobre o Coimbra.

Nesses cinco jogos, além dos 450 minutos regulamentares, foram mais 41 de acréscimo, nas duas etapas dos confrontos.

Assim, Fábio entrou em campo no Manduzão neste domingo com 555 minutos de invencibilidade. E ela foi quebrada pelo centroavante Paulo Henrique exatamente aos 45 do primeito tempo, quando o goleiro celeste completava 600 minutos sem ser vazado na temporada.