Depois de estrear com derrota por 4 a 2 para o Racing-ARG e de passar em branco contra Vasco e Universidad de Chile (0 a 0 em ambas as partidas) no turno do Grupo 5 da Copa Libertadores, o Cruzeiro acionou o modo “massacre”, goleou chilenos (7 a 0) e vascaínos (4 a 0) no returno da chave e se tornou o ataque mais positivo da competição até aqui.

Só nos dois últimos jogos a Raposa marcou 11 gols, que somados aos dois tentos da primeira partida somam 13 no total. Isso em cinco partidas disputadas até aqui.

O Cruzeiro está à frente do Grêmio (10 gols no Grupo 1) e Racing-ARG (10 gols no Grupo 5), ambos os clubes com quatro jogos; do Atlético Nacional-COL (9 gols no Grupo 2) também com quatro jogos; do Palmeiras que também com um jogo a menos do que a Raposa fez oito gols no Grupo 8.

Com os dois gols em cima do Vasco na noite desta quarta-feira (3) o atacante Sassá se tornou o artilheiro do Cruzeiro na Copa Libertadores. Já são quatro tentos marcados (também marcou dois contra a La U). Thiago Neves aparece logo atrás com três gols, Arrascaeta tem dois, Robinho, Léo, Rafinha e Rafael Sóbis, com um gol cada completam a lista de gols da Raposa no torneio continental. 

Jogos e gols do Cruzeiro na Libertadores 2018

Racing 4 x 2 Cruzeiro - Robinho e Arrascaeta

Cruzeiro 0 x 0 Vasco - sem gols

Univ. de Chile 0 x 0 Cruzeiro - sem gols

Cruzeiro 7 x 0 Univ. de Chile - Sassá (2), Thiago Neves (2), Rafinha, Rafael Sóbis e Arrascaeta

Vasco 0 x 4 Cruzeiro - Sassá (2), Thiago Neves e Léo