O Poços de Caldas Futebol Clube anunciou, na noite dessa terça-feira (27), a contratação do goleiro Bruno Fernandes. O anúncio foi feito nas redes sociais do clube, e o jogador já posou com a camisa do Vulcão.

A equipe do Sul de Minas já havia acertado com o atleta há alguns dias, e aguardava apenas que a Justiça liberasse o goleiro para sacramentar o negócio.

Preso em setembro de 2010, Bruno foi condenado a 20 anos e 9 meses de prisão pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho, em julgamento realizado em 2013, e conseguiu a progressão de pena no dia 19 de julho, passando a cumprir a sentença no regime semiaberto.

Segundo determinação da lei, Bruno tem que se recolher em domicílio a partir das 20h até às 6h da manhã seguinte, bem como domingos e feriados,

Ao Globoesporte.com, a advogada do goleiro, Mariana Miglorini revelou que o jogador vai treinar em Varginha – a cerca de 150 km de Poços de Caldas – e que vai pedir uma autorização à Justiça para poder participar dos jogos realizados fora da cidade.

A expectativa é de que o goleiro de 34 anos se junte ao elenco do Poços de Caldas, já visando a participação da equipe na terceira divisão do Campeonato Mineiro, no segundo semestre de 2020.