O goleiro Esteban Andrada, do Boca Juniors, que sofreu uma fratura de maxilar numa disputa de bola com o zagueiro Dedé, do Cruzeiro, na vitória por 2 a 0 do seu time na noite da última quarta-feira (19) ficará menos tempo fora do gramado que o previsto. Nesta quinta-feira (20), segundo o jornal argentino “Olé”, o empresário do jogador, Luciano Nicrota, revelou que a lesão foi menor do que imaginavam os médicos inicialmente.

Andrada está internado no Sanatorio de los Los Arcos de Palermo, em Buenos Aires, e será operado  no próximo sábado (22), às 17h. A previsão é de que ele volte a fazer atividade física em 15 dias, mas ainda sem bola. Com 45 dias ele deve poder estar jogando novamente. Antes, o tempo mínimo de parada era de dois meses.

Um problema para o retorno, segundo Nicrota, é que Andrada com certeza perderá peso, por causa da dieta que lhe será imposta após a operação. Então este aspecto também terá de ser considerado para o retorno do jogador.

Com Andrada machucado, Rossi, de 23 anos, que foi seu reserva na partida da última quarta-feira, deve ser o titular do Boca Juniors no Mineirão, dia 4 de outubro, quando o Cruzeiro entra em campo precisando vencer por 2 a 0, para forçar a decisão por pênaltis, ou por três gols de diferença para se classificar às semifinais da Copa Libertadores no tempo normal.