O Grêmio joga diante do Libertad, nesta terça-feira, (23) às 19h15, no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, em busca da primeira das duas vitórias que necessita para obter a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. E o time tentará aproveitar o bom momento e o astral elevado após faturar o título do Campeonato Gaúcho de modo invicto, sobre o rival Internacional, na última quarta.

Até por isso, o técnico Renato Gaúcho esbanjou confiança nos seus jogadores. "O Grêmio vai classificar. Lógico que vai ser difícil, mas eu confio muito nos meus jogadores e sei que eles vão responder no gramado", disse.

O Grêmio é o terceiro colocado do Grupo H, com quatro pontos, dois a menos do que a Universidad Católica. O líder da chave é o Libertad, com 12 pontos e aproveitamento de 100%. O Rosario Central só tem um. Na quarta-feira, Rosario e Católica jogam na Argentina.

Renato deve repetir diante do Libertad, pela quinta rodada da fase de grupos, a escalação do Grêmio, que conquistou o título gaúcho, semana passada, o que inclui a manutenção de Jean Pyerre no meio-campo. Com quase todo elenco à disposição, o treinador só não pode usar Paulo Miranda e Marcelo Oliveira, ambos lesionados.

"Nós temos de fazer o dever de casa fora de casa. Só dependemos de nós mesmos. Um bom resultado aqui vai levar a decisão para o nosso campo", disse Renato, referindo-se ao duelo do dia 8 de maio, em Porto Alegre, diante da Universidad Católica.

Do lado do Libertad, o técnico José Chamot confirmou a escalação da dupla de ataque formada por Oscar Cardozo e argentino Adrián Martínez, que não estiveram em campo na vitória sobre o River Plate, por 2 a 1, sábado, pelo Torneio Apertura do Paraguai - o time é o terceiro colocado. Lesionado, Paulo da Silva desfalcará a equipe nesta terça.

Leia mais:
Mano é mil: quando o futebol por resultado supera o futebol-arte
Na batalha pelos números, Atlético busca 45ª taça do Estadual, Cruzeiro a 38ª
Dono do apito no sábado, Leandro Bizzio jamais comandou o duelo entre Atlético x Cruzeiro