No Campeonato Mineiro, o Atlético chega à final como detentor do melhor ataque, com 27 gols marcados, e da defesa menos vazada, com oito tentos sofridos. Na Libertadores, é dono da segunda melhor campanha, atrás somente do Palmeiras, está invicto e classificado às oitavas de final.

A fase positiva é exaltada pelo lateral-direito Guga, ciente de que o Alvinegro não ganhou nada ainda na temporada e tem muito potencial para evoluir.

"A gente vem crescendo muito na parte coletiva. No segundo tempo (contra o América de Cali, nessa quinta-feira), arrumamos mais a marcação e soubemos sofrer, atacar e contra-atacar. Um grande jogo! Que possamos continuar com a evolução, entendendo a partida, e juntos vamos crescendo", destacou o camisa 2. 

O Galo ainda terá duas partidas para tentar consolidar o primeiro lugar da chave H da Libertadores e, depois, parte para o mata-mata, onde será preciso levar a campo a mentalidade do ‘erro zero’.

"O que essa Copa pede é entrega e raça jogo a jogo. Que a gente possa evoluir e crescer dentro da competição. Quem sabe chegar à final para vencer e ficar com o título", sintetizou o lateral-direito.

Antes, o Atlético encara o América, no domingo (16), às 16h, no Independência, pelo duelo de ida da decisão do Estadual. 

Atlético