Há exata uma semana, Rodrigo Caetano chegava ao Atlético para assumir o posto de diretor executivo do Alvinegro, deixado pelo amigo Alexandre Mattos, que permaneceu na função durante 398 dias. Mattos, contratado em março de 2020, acabou demitido por não se enquadrar nas diretrizes estabelecidas pelo novo presidente Sérgio Batista Coelho, eleito para o triênio 2021-23.

Nesta quarta-feira (13), está marcada uma reunião entre o novo diretor e o técnico Jorge Sampaoli, na qual também devem estar presentes membros do colegiado (mecenas que apoiam financeiramente o clube). A informação foi passada pelo jornalista Héverton Guimarães.

Neste encontro, o assunto principal será o planejamento para a temporada 2021. Apesar do ano já ter começado, até o fim de fevereiro, com o Brasileirão em andamento, 2020 ainda se faz presente. A intenção é discutir quais jogadores permanencem e também quais devem ser alvo no mercado da bola.

De nomes que surgem nos bastidores, o principal é do lateral-direito Luis Orejuela, de 25 anos. Emprestado pelo Cruzeiro ao Grêmio e sem perspectiva de renovação com o Tricolor Gaúcho, o colombiano pode trocar a Toca da Raposa pela Cidade do Galo. Para tê-lo, o Atlético teria feito proposta de R$ 22 milhões ao rival, com pagamento à vista.