Ao lado do vice-presidente de futebol Itair Machado, o capitão Henrique também esteve na coletiva de imprensa realizada na tarde dessa terça-feira (21), na Toca da Raposa II. Os dois foram aos microfones para explicar o momento vivido pelo Cruzeiro.

O volante relembrou que em diversos momentos de sua longa trajetória na equipe celeste houve momentos de turbulência e que reuniões como a que aconteceu na tarde dessa segunda-feira são normais.

“Essa não é a primeira vez e não será a última que nós iremos nos reunir da forma como foi. Ano passado teve, 2017 teve, 2014, 2013, 2016 teve. Então sempre houve conversa dessa forma, para se ajeitar, todo mundo colocar as suas ideias no lugar e achar um ponto para trazer soluções. A gente não vem jogar conversa fora”, 

Henrique destacou a importância do apoio da torcida cruzeirense para o melhor desempenho da equipe, que tem a semana toda livre para treinar buscando voltar a demonstrar o bom futebol do início da temporada.

“A gente está se cobrando a cada dia mais para ter o melhor desempenho, trazer os resultados de novo e isso só vai acontecer com o torcedor nos apoiando como sempre tem nos apoiado, sempre nos incentivando dentro e fora de campo, cantando, vibrando com a gente e assim vai ser. Dessa forma, a partir dessa semana a gente vai trabalhar ainda mais para trazer essa confiança, esses resultados, essas vitórias”.

Sobre a reunião, o experiente capitão deixou claro que além da cobrança natural, foi passado apoio por parte de Itair Machado, que teve sua transparência destacada pelo volante cruzeirense.

“O Itair é muito claro com a gente, sempre coloca a verdade. É claro que vai ter cobrança, porque é hierarquia, como uma empresa, dentro da sua casa (...) O Itair chegou, esclareceu tudo, falou, cobrou e apoiou a gente, da mesma forma que o nosso torcedor está fazendo lá fora. É claro que ele cobra, mas ao mesmo tempo apoia, porque é assim que os resultados vêm.

Para tentar a reabilitação dentro do Brasileirão, a equipe comandada pelo técnico Mano Menezes recebe a Chapecoense em Belo Horizonte. No entanto, não será na habitual casa celeste. O jogo está marcado para a Arena Independência, já que o gramado do Mineirão foi replantado e ainda não está apto a receber a partida deste domingo.

 

*Hugo Lobão sob supervisão de Guilherme Piu