Afastado dos gramados por quase um mês por causa de uma lesão muscular, o meia Hernanes voltou ao São Paulo no último domingo e recuperou o posto de principal jogador da equipe. Em 45 minutos da partida diante do Corinthians, no estádio do Morumbi, pela primeira final do Campeonato Paulista, ele deu pelo menos três chutes perigosos, minimizando o problema de falta de finalizações que o time mostrou no primeiro tempo do empate por 0 a 0.

Ele se mostrou recuperado do estiramento na coxa esquerda que o tirou dos últimos cinco jogos, mas ainda teve dificuldades com a falta de ritmo e o falta de tempo de bola. A volta de Hernanes se tornou esperança para o jogo de volta da decisão, neste domingo, na Arena Corinthians.

"Do Hernanes não precisa nem falar. Ele entrou no jogo e as melhores oportunidades no segundo tempo foram com ele. É um jogador muito experiente e sabe lidar com essas situações. Parece que, mesmo voltando de contusão, está jogando faz tempo. Ter um jogador como ele para a nossa equipe é muito bom", disse o lateral-esquerdo Reinaldo.

Capitão na ausência de Hernanes, Hudson também destacou a atuação do camisa 15. "Agrega muito. É um jogador diferenciado, acima da média. Quando ele estiver na forma física acima da ideal vai ajudar muito mais. Pelo pouco que já pôde jogar, sem estar na forma física ideal, você já vê que ele faz a diferença. É um jogador importantíssimo para a gente", afirmou o volante.

Após a igualdade por 0 a 0, o vencedor do jogo de volta será o campeão do Paulistão de 2019. Um novo empate leva a decisão do título para os pênaltis. Após folga nesta segunda-feira, o São Paulo se reapresenta na tarde desta terça, no CT da Barra Funda, na zona oeste da capital.

Leia mais:
Corinthians segura o São Paulo no Morumbi e agora decide o título em casa