“O favoritismo é de fora para dentro. Aqui dentro a gente vai trabalhar muito, nos dedicar. Sabemos que clássico é um jogo difícil, independente da situação que ambos os times estão. Mas uma coisa que temos em mente é sair com a vitória no domingo. É o que mais nos interessa”. Foram com estas palavras que o volante Allan traduziu a importância do duelo do fim de semana contra o Cruzeiro, válido pela nona rodada do Estadual.

Apesar de ser líder disparado da competição, com 21 pontos somados (sete a mais que a Raposa), o alvinegro sabe que não terá moleza dentro das quatro linhas, mesmo com todo o momento vivido pelos celestes. Em reconstrução, o rival ainda é assombrado com a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

Entrevistado desta quinta-feira (8), na Cidade do Galo, Allan foi perguntado também sobre a nova função desempenhada com Cuca, técnico que chegou no meio do mês passado como substituto de Jorge Sampaoli, atualmente no Olypique de Marselha, da França.

“Da forma que vem jogando me sinto mais à vontade pelas características que eu tenho e pela forma que eu sempre atuei. Cuca me acompanhou antigamente, sabe da forma que eu gosto de jogar, vem corrigindo algumas coisas”, destacou. Até o momento, ele foi  titular em todas as partidas comandadas por Cuca. 

 “A diferença que existe no meu posicionamento com Cuca para o Sampaoli é o estilo de jogo. Hoje eu jogo mais livre em campo, corro o campo todo. O Sampaoli gostava do jogo posicional, mais parado. Hoje eu jogo mais leve, mais solto e antes eu ficava mais posicionado, não corria tanto”, finalizou.
Atlético e Cruzeiro se enfrentam domingo (11), a partir das 16h, no Mineirão.