O fim do jejum de gols se deu com categoria. Aos 18 minutos do segundo tempo, o atacante Hulk cobrou uma falta com uma maestria de Ronaldinho Gaúcho, acertou o ângulo direito de Cássio, e a bola, que ainda bateu na trave, morreu nas redes do goleiro do Corinthians.

Ao fim da partida, vencida pelo Galo por 2 a 1, numa dobradinha do Vingador, o camisa 7 destacava o golaço na bola parada, fazendo referência ao R10, outro ídolo atleticano.

“Sabemos que por mais que bata bem na bola, não é tão fácil fazer gol de falta. Você vê grandes craques como o Ronaldinho, que bate muita falta. Ontem (sexta-feira), treinamos muita falta para chegar no jogo e aproveitar a chance", afirmou ao Premiere.

O Atlético volta suas atenções para o duelo desta terça-feira (20) com o Boca Juniors, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Atlético