A comissão antidoping da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) autorizou, nesta quinta-feira, que mais oito atletas russos possam competir em eventos internacionais, ainda que sob uma bandeira neutra, e rejeitou outras 53 solicitações, explicou o órgão mundial.

Entre os últimos atletas que receberam o "sinal verde" estão o lançador de martelo Sergej Litvinov, que foi quinto colocado nos Mundiais de 2009 e 2015, e Danil Lysenko, campeão do salto em altura nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2014.

A IAAF avaliou o histórico de análises dos candidatos para decidir se podiam competir internacionalmente enquanto a participação da Rússia segue vetada por causa de um esquema de doping generalizado, algo que, inclusive, a deixou fora das provas de atletismo dos Jogos Olímpicos do Rio.

Um total de 49 atletas russos receberam autorização para competir. Em compensação, a IAAF já rejeitou um total de 109 solicitações, ainda que não tenha revelado a identidade desses atletas.

Os esportistas que receberam a liberação agora precisarão obter os índices exigidos pela IAAF para conquistarem as vagas no Mundial de Atletismo, que será realizado entre 4 e 13 de agosto em Londres.