Pé quente. Mesmo fora de casa, o Atlético fazia boa atuação contra o Botafogo, mas abusava no direito de perder gols, e não conseguia abrir o placar no estádio Nilton Santos. 

Bastou Thiago Larghi olhar para o banco de reservas, e chamar Luan, para que a partida tomasse um novo rumo. 

No primeiro toque na bola, o "menino maluquinho", que substituiu Nathan, aproveitou passe Galdezani, e finalizou com categoria, no canto esquerdo de Saulo, para abrir caminho para a vitória alvinegra, aos 16 minutos da etapa final. 

Leia mais

Atlético goleia Botafogo, quebra tabu no Rio e se mantém na parte de cima do Brasileiro

Após o duelo, que terminou com o placar de 3 a 0 para o Galo (VEJA OS GOLS ABAIXO), Luan comemorou o gol marcado, e a felicidade de ter balançado as redes logo em sua primeira aparição na partida". 

"Isso é trabalho. Quero agradecer a Deus por poder fazer mais um gol e ajudar a equipe. O jogo estava difícil, o Botafogo se atirou para cima, a gente sabia que a bola longa, no contra-ataque, poderia matar o jogo. Acho que foi meu primeiro toque na bola. O Galdezani enfiou uma bola perfeita. Depois, uma bela jogada do Chará, gol do Cazares, gol do Tomás. Feliz. Sempre procurei ajudar, por mais que as pessoas não me reconheçam tanto em alguns momentos", completou. 

A vitória manteve o Galo na quinta posição na tabela, com 33 pontos. Na abetura do segundo turno, o time comandado por Larghi recebe o Vasco, na próxima quinta-feira (23), às 20hrs, no Independência.