Foi realizado na tarde desta segunda-feira (14), na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), o Conselho Técnico que definiu o regulamento do Campeonato Mineiro 2021.

Na reunião, que contou com a presença virtual de representantes dos 12 clubes participantes, ficou definida a manutenção da fórmula de disputa da edição deste ano.

Com isso, os times vão se enfrentar em turno único, com os quatro primeiros se classificando às semifinais e os dois últimos sendo rebaixados para o Módulo II.

Os dois melhores classificados terão a vantagem de fazer o segundo jogo em casa e de atuar por dois resultados iguais nas fases finais.

A disputa do Troféu Inconfidência, entre as equipes que se classificarem da 5ª a 8ª posição na fase inicial, está mantida.

Ainda de acordo com a FMF, a abertura do Estadual está prevista para o dia 28 de fevereiro e o segundo jogo da final para 23 de maio.

Lembrando que a última rodada do Campeonato Brasileiro da Série A está marcada para o dia 24 fevereiro, e a última da Série B para o dia 30 de janeiro.

Vão disputar o Campeonato Mineiro 2021: América, Atlético, Cruzeiro, Tombense, Caldense, Uberlândia, Boa Esporte, Patrocinense, URT, Coimbra, Pouso Alegre e Atheltic.

Os dois últimos foram campeão e vice no Módulo II, e vão assumir os lugares de Villa Nova e Tupynambás, rebaixados nesta temporada.

Confira outras regras definidas no Conselho Técnico:

 - A Recopa 2020, adiada devido à pandemia do coronavírus, será realizada posteriormente, em data definida em conjunto com Tombense (Campeão do Interior) e Uberlândia (Campeão do Troféu Inconfidência).

- A utilização do VAR nas fases semifinal e final está mantida, e os estádios deverão ser homologados até a última rodada da fase de classificação. 

 - Na temporada 2021, não haverá limite mínimo de capacidade dos estádios para disputar as fases decisivas do campeonato.

- Não haverá limite de inscrição de atletas; um mesmo jogador não poderá atuar por duas equipes durante o campeonato.

- Já em 2021, os treinadores de todos os clubes participantes deverão possuir licença CBF.

 - As inscrições não terão data limite; o atleta deverá entrar no BID até o último dia útil anterior à partida em que for atuar.               

Caso ocorra liberação de acesso de torcida aos estádios, o valor mínimo cobrado pelo ingresso será de 10 reais.