A saga do Atlético na busca por um novo comandante ainda poderá render alguns capítulos. A diretoria está tentando encontrar um substituto para Levir Culpi, mas coleciona “não” de técnicos procurados. A última negativa aconteceu com Rogério Ceni, que preferiu seguir no Fortaleza.

Na semana passada, Tiago Nunes foi um dos alvos, mas o treinador de 39 anos continuou no Athletico-PR, onde conquistou a Copa Sul-Americana em 2018 e o Campeonato Paranaense deste ano. Além disso, sob a tutela de Nunes, o Furacão faz ótima campanha na atual edição da Libertadores.

O argentino Jorge Sampaoli, técnico do Santos, também teria sido procurado pelo Atlético. Outro insucesso na busca do novo treinador aconteceu com o colombiano Juan Carlos Osorio, que teria pedido um salário fora da realidade alvinegra. 

Ceni, Tiago Nunes e Sampaoli optaram por projetos sólidos em seus clubes e recusaram o Galo, que vem trocando de técnicos com frequência nos últimos anos.

Enquanto isso, Rodrigo Santana, que estava no comando do sub-20 alvinegro, segue como interino desde a demissão de Levir, no dia 11 de abril. O técnico já soma três jogos à frente do time profissional e vai seguir no comando da equipe até a diretoria encontrar um novo treinador. 

O curioso é que o Atlético viveu situação parecida no ano passado. Oswaldo de Oliveira foi demitido em fevereiro, e Thiago Larghi, então auxiliar-técnico do clube, seguiu como interino por mais de quatro meses (32 jogos).

Antes de efetivar Larghi, a diretoria atleticana tentou nomes de peso no futebol brasileiro, como Abel Braga (Fluminense), Cuca (estava sem clube) e Fábio Carille (Corinthians). Mas o Atlético também levou “não” dos treinadores. 

Depois de efetivado, Larghi também foi vítima da impaciência da diretoria atleticana com treinadores e acabou sendo demitido em outubro após insucesso na Copa Sul-Americana e tropeços no Campeonato Brasileiro.

Brincadeira

De forma irreverente, o Fortaleza publicou em seu Twitter, ontem, um vídeo ironizando a procura do Atlético por Rogério Ceni. A postagem mostra um meme que ficou famoso nas redes sociais com uma senhora falando: “ele não vai não”. A publicação rendeu muitos comentários de torcedores do Fortaleza, que comemoram a continuidade de Ceni no clube cearense.

Leia mais:
Fortaleza ironiza a procura do Atlético por Rogério Ceni com meme em rede social: "ele não vai não"

Estreia

Para o primeiro jogo do Galo no Campeonato Brasileiro, contra o Avaí, neste sábado, às 19h, no Independência, Rodrigo Santana deve ser o comandante do Atlético. O interino segue como o treinador da equipe enquanto o clube não levar um “sim” do novo técnico.