Eleito melhor jogador da partida, na votação da Rede Globo, e autor do gol que garantiu o empate em 2 a 2 do América com a Chapecoense, o zagueiro Anderson não saiu de campo satisfeito. O motivo: o erro grotesco da arbitragem no finalzinho da partida, anulando o tento de Ademir e que daria a vitória ao Coelho, que, por conta disso, segue na vice-liderança, a dois pontos do time catarinense. 

“Foi um grande jogo, difícil, sabíamos que seria disputado. A equipe deles é qualificada. Infelizmente, por conta de um erro de arbitragem, nossa equipe não saiu com o resultado positivo”, destacou o defensor.

Agora, o alviverde mineiro passa a focar no duelo de quarta-feira (23) com o Palmeiras, às 21h30, no Allianz Parque, pela partida de ida das semifinais da Copa do Brasil.

“Todos os jogos agora são decisões. Estamos levando muito a sério. Vamos para São Paulo fazer nosso papel, fazer nosso jogo, respeitando o Palmeiras, mas fazendo nosso trabalho”, disse.

América