Paolo Guerrero retomará a rotina de treinamentos no Internacional em 5 de fevereiro. Nesta terça-feira, (29), o clube gaúcho comunicou que recebeu o aval da Fifa para voltar a contar com o atacante peruano nas atividades nessa data, dois meses antes da sua liberação para voltar aos gramados, em 5 de abril.

Após testar positivo em exame antidoping na reta final das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, Guerrero tem enfrentado uma longa batalha judicial. O peruano até teve sucesso ao obter liminar para defender a sua seleção nacional no torneio, além de ter atuado algumas vezes pelo Flamengo, mas depois voltou a ser punido.

O Inter anunciou a contratação de Guerrero em agosto, como contratação de peso para a sequência de uma temporada em que almejava conquistar o título do Campeonato Brasileiro. Porém, o clube gaúcho não conseguiu utilizar o peruano, o que agora poderá ocorrer a partir de abril.

Proibido de treinar no Inter, Guerrero vem realizando trabalhos para manter a forma no Peru. E não teve aval nem para participar de jogos festivos no fim de 2018, como a despedida dos gramados de Emerson Sheik e do Lance de Craque, partida promovida por D'Alessandro e realizada no Beira-Rio.

Nesta terça-feira, então, o Inter explicou que consultou a Agência Mundial (Wada, na sigla em inglês) e a Fifa para saber quando poderá usar Guerrero. Serão, portanto, dois meses para treinamentos, a partir de 5 de fevereiro, período que o clube trabalhará para colocá-lo em condições de jogo. E como poderá atuar a partir de 5 de abril, o centroavante peruano poderá ser usado pelo técnico Odair Hellmann nas duas últimas rodadas da fase de grupos da Copa Libertadores.

"O Sport Club Internacional comunica que, após consulta formal à Wada e Fifa, recebeu a confirmação que o atleta Paolo Guerrero estará apto para jogar a partir de 5 de abril de 2019. O jogador iniciará o processo de treinamentos com o grupo principal no dia 5 de fevereiro, onde poderá integrar todos os trabalhos normalmente, seguindo a norma regulamentar a respeito do tema", anunciou o Inter em nota oficial.