Depois de assumir a liderança da Superliga de vôlei, ao bater o Fiat/Minas no clássico mineiro, o Sada/Cruzeiro tem tudo para se manter no topo. Confiante e com mais ritmo de jogo, a equipe celeste recebe hoje, às 20h, em Contagem, o Ponta Grossa Caramuru, lanterna do torneio.

Assim como na última partida, a Raposa não poderá contar com o canadense Gord Perrin, que está defendendo sua seleção no Pré-Olímpico das Américas. Para suprir sua ausência, Marcelo Mendez terá de escolher entre Felipe e Hugo, que entrou durante o jogo contra o Minas e foi eleito o melhor daquela partida.

a

Os cruzeirenses também estarão de olho no duelo entre Sesi-SP e Taubaté, que entram em quadra um pouco mais tarde, às 21h30, no ginásio da Vila Leopoldina, na capital paulista. Principais favoritos ao título, ao lado do Cruzeiro, os dois são os times mais próximos da equipe mineira na tabela de classificação da Superliga.

Um pouco antes do Cruzeiro, às 19h30, Minas e América fazem o confronto mineiro da rodada. Na Arena da Rua da Bahia, os dois clubes se enfrentam, buscando recuperação no campeonato.

Longe de possuirem um dos maiores investimentos da liga, minastenistas e americanos nunca figuraram entre os favoritos a brigar por posições elevadas na tabela ou pelo título, mas mesmo diante das expectativas não tão altas, as campanhas dos dois clubes estão abaixo daquilo que se esperava.

Sétimo colocado, com apenas quatro vitórias em dez jogos disputados, o Minas entra em quadra como favorito contra o América. Caso vença, o time de Nery Tambeiro pode assumir a sexta colocação, em caso de derrota do Itapetininga.

Já o Coelho, penúltimo colocado, busca a segunda vitória na Superliga.

* Sob supervisão de Thiago Prata