O Benfica goleou o Nacional por 4 a 1 neste domingo (15), no estádio da Luz, e conquistou o tricampeonato português. O brasileiro Jonas marcou um dos gols e terminou a competição como artilheiro, com 32 gols em 34 jogos.

O resultado levou o Benfica aos 88 pontos e deixou o rival Sporting, que bateu o Braga por 4 a 0, fora de casa, na segunda colocação, com 86. Além de Jonas, outros brasileiros também ajudaram na conquista: o goleiro Ederson, convocado para a Copa América, o zagueiro Jardel e o meia Anderson Talisca começaram entre os titulares. No banco ainda tinha o zagueiro Luisão e, no departamento médico, o goleiro Julio César.

O Benfica alcançou a vitória com tranquilidade. Diante de um adversário que não tinha mais objetivos na competição, o time da casa abriu o placar aos 23 minutos com o argentino Gaitán. Jonas ampliou aos 39 com um toque na saída do goleiro.

No segundo tempo, o Benfica continuou sem dar chances ao adversário. Gaitán ampliou aos 20, e Pizzi marcou um belo gol aos 39, ao receber cruzamento na segunda trave e bater cruzado, de primeira. Salvador Agra diminuiu nos acréscimos, nas nada que impedisse o técnico do Benfica, Rui Vitoria, de dançar o vira ainda no gramado e os torcedores fazerem a festa.

Com o término do Campeonato Português, o Benfica e o Sporting garantiram vagas para a fase de grupos da Liga dos Campeões. O Porto disputará os playoffs da competição. Braga, Arouca e Rio Ave jogarão a Liga Europa. Foram rebaixados o União da Madeira e o Acadêmica